Proposta: Confraria de Blogueiras Cinéfilas

Gente, já comentei por aqui que li o Clube do Filme e adorei, né?! Pois hoje eu estava pensando em fazer uma Confraria de Blogueiras Cinéfilas .

Funcionaria assim: a cada quinzena cada uma de nós poderia fazer uma Blogagem Coletiva falando sobre algum filme que curtiu ver em casa ou no cinema, pra recomendar às amigas pra que divulguemos as coisas boas e fujamos das porcarias que também existem por aí. Tipo mais um assunto pra tricotarmos!

Topam?




Então eu começo: adoro um filme que fala sobre relacionamento entre pais e filhos, que vi na época da faculdade. Se chama Minha Vida em Cor de Rosa e é a história de Ludovic, um menino visto como diferente pela comunidade, especialmente por sua família. Ele próprio acredita que nasceu no corpo errado e se veste como uma menina numa recepção que seus pais promovem para conhecer a nova vizinhança.

O mal-estar gerado por esse jeito diferente de ser do menino, que passa a ser visto como homossexual por todos faz com que aumente a pressão social sobre a criança, que se refugia nas brincadeiras com uma boneca chamada Pam, que me lembra a Barbie.

Mais que pensar sobre se "será que ele é", o filme propõe a flexibilização de nosso olhar rigoroso sobre meninos vestirem azul e brincarem com "coisas de meninos" e todos os estereótipos e cobranças que geramos sobre as crianças. O furor que o comportamento dum menino gera mostra o quanto não toleramos as diferenças e nos faz pensar sobre diversas situações em que precisamos nos posicionar, especialmente se envolvem nossas crianças.

O diretor Alain Berliner mostra Ludo como uma criança doce, não afirma veementemente que ele é gay; e a pergunta lançada na tela poderia nos levar à análise de como formamos meninos para serem lutadores, guerrreiros e viris, portanto talvez não devêssemos nem nos surpreender se eles passassem a agir de forma violenta, alimentados por desenhos animados, brinquedos que disparam mísseis, monstros que atacam e destroem cidades e pessoas e gibis de heróis que agem desse jeito macho-man.

Me pergunto, como professora e como mãe, se estamos realmente preparados para conviver e aceitar as diferenças e quando vamos conseguir superar os rótulos que criamos em sociedade, isolando ou negando alternativas àquilo que está engessado como certo.

Na família de Ludovic, apenas a avó parece ter o coração aberto para acolher o menino como ele é; conversas entre pais e filhos não existem a não ser dum jeito mais superficial e isso fica claro quando o menino, numa travessura com um amiguinho brinca de casamento. "Você é homem, jamais será uma menina!" é o máximo que se verbaliza.

Um filme sensível e por vezes muito engraçado, variando entre o drama e a comédia.

Informações importantes:


Direção: Alain Berliner

Roteiro: Chris Vander Stappen e Alain Berliner

Música: Dominque Dalcan

Gênero: Comédia/Drama

Origem: Bélgica/França/Reino Unido

Duração: 98 minutos - Tipo: Longa

Trailer: http://videodetective.com/home.asp?PublishedID=7368

Site: informações, clips, fotos http://www.sonypictures.com/classics/mavieenrose/

Atendendo a pedidos, aqui vai a sugestão: uma vez por mês por 3 meses, pode ser todo dia 06, data de hoje, todas nós damos 1 dica de filme, não precisa ser do circuito. Esse mesmo que dei a dica eu vi faz anos e só agora consegui encontrá-lo, mas fazendo download, porque em locadoras é meio raro. Nesse caso consegui informações bem completas pela internet, mas o negócio é estimularmos as mamães principalmente a assistirem algo além de DK, Cartoon, Nick Jr e cinema infantil, apenas. O interessante é que venha acompanhado de alguma dica do que chamou a atenção de quem já assistiu!

Está chegando o dia dos namorados e um cineminha de gente grande é ótima pedida, não é mesmo?! Mesmo em casa, com filme pirateado, pipoca e sofazão, dá margem pra muitas atividades posteriores, ownnn...!!!

8 pitaco(s):

gisele.artes disse...

ótima ideia. É muito raro eu consegui parar pra ver algum filme. Assim, com uma confraria é mas estimulante e nos faz pensar mais a respeito do q vemos. Adoro cinema, o q me falta é tempo! Mas quero participar, sim!

Fala Mãe! disse...

Ingrid do céu! Até me emocionei qdo vi seu post. Esse filme Ma vie en rose eu assisti na minha tv velha qdo morava na frança, adorei!!! Aliás adoro filme francês, italiano, holandês... Outro que vi lá deste mesmo gênero foi "le Bimilionnaire" o bimilionário, super fofo, não sei se tem aqui no Brasil... Gostaria de participar da confraria, mas vou te confessar que ultimamente não to vendo mais nada, só DK, cartoon rs... Mas tenho uma coleção de filmes europeus que guardo na memória afetiva, se quiser passo uma listinha dos que vi e gostei. beijos querida e bom domingo

Tati Pastorello disse...

Ingrid, adorei a ideia. Não conheço este filme, mas como mãe de menino, muito preocupada com o que deixarei de presente para o mundo, me interessei pelo filme.
O tema me lembrou outro filme, não farei uma resenha tão completa (é um comentário, não uma postagem, né?) chamado Billy Elliot, sobre um menino que o pai obriga a treinar boxe, mas que se apaixona pela dança de balé. É lindíssimo!! Vale muito à pena. Chorei bicas. Adorei a ideia da blogagem coletiva, mas estou numa situação parecda com a da Cinthya... muito DK e filmes da Disney...Vc não? hehehe Beijos.

Chris Ferreira disse...

Oi Ingrid, adorei a ideia da confraria. Vou pegar esse filme ainda essa semana. Também vi Billy Elliot e chorei muito.
Ah! Os hodratantes chegaram aqui em casa ontem Vou fazer a foto, te mandar e colocar no blog, tá?
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Patrícia Boudakian disse...

Adorei a ideia. Sou fascinada por cinema e super topo participar. Como faz? Beijo-beijo.

Mãe Mochileira,filho malinha.. disse...

Super legal a ideia!! Não conhecia esse filme não.. deve ser muito legal, e com certeza otimo para mães!valeu a dica!aqui em casa que é o fissurado por filmes é o "maridón"..eu confesso que prefiro os livros e revistas aos filmes,mas quando é bom e alguem indica eu não resisto,hehe..
E tem 2 selinhos p vc la no blog tá??
bjão,otima semana!;-)

Ju Dalzoto disse...

Mto legal esta idéia!!
Adorei a indicação do filme! Não conhecia... mas parece muuuito interessante. Aqui em casa eu tento ser uma mãe diferente, sabe, o Lucas brinca de casinha, brinca com bonecas, não tem nada de agressivo ou violento. Ele é educado e gentil. Mas as pessoas realmente rotulam uns aos outros e há quem diga que ele é "muito "educado", capiche?!

Eu não toh nem aí, pois e idéia é estimular tudo o que há de BOM nesta vida para ele ser feliz. Mas que é difícil sser diferente, ah isso é!!

Bjo grande e uma ótima semana!!

Tiffany disse...

Ingrid, adorei a idéia e aceito prontamente o convite. Que idéia maravilhosa!!! Oba, oba. Estou feliz em poder participar.
Mas como hoje é dia 10 e no dia 06 eu ainda não sabia da Confraria, bom... vou improvisar colocando minha dica de filme amanhã e a partir do próximo mês sigo a data certa.
Vamos lá... seguindo para as leituras e sessões de cinema em casa! Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...