Entre paixão e amor, preferimos os dois!

Dia dos namorados chegou e (ahhhhh) já se foi, né... E deixou boas lembranças.
A mais importante delas foi a de que conseguimos, sim, sobreviver aos anos, à rotina e aos filhos, se nos empenharmos sempre para manter esse clima de romance que a véspera do dia do santo casamenteiro nos proporciona e o comércio impulsiona.

Por isso aceitei de pronto a proposta do marido, que talvez por ter assistido Alice no País das Maravilhas, se inspirou para termos o dia dos desnamorados ou o dia de desaniversário de namoro, como ele mesmo disse.

Será que mesmo agendado o namoro perde a espontaneidade? - Estou apostando que não, já que o dia 12 de junho no Brasil é marcado no calendário e sempre tem gente investindo nele.

"Se você quer ser minha namorada
Ai, que linda namorada
Você poderia ser
Se quiser ser somente minha
Exatamente essa coisinha
Essa coisa toda minha
Que ninguém mais pode ser
Você tem que me fazer um juramento
De só ter um pensamento
Ser só minha até morrer
E também de não perder esse jeitinho
De falar devagarzinho
Essas histórias de você
E de repente me fazer muito carinho
E chorar bem de mansinho
Sem ninguém saber porquê

E se mais do que minha namorada
Você quer ser minha amada
Minha amada, mas amada pra valer
Aquela amada pelo amor predestinada
Sem a qual a vida é nada
Sem a qual se quer morrer
Você tem que vir comigo
Em meu caminho
E talvez o meu caminho
Seja triste pra você
Os seus olhos têm que ser só dos meus olhos
E os seus braços o meu ninhoNo silêncio de depois
E você tem que ser a estrela derradeira
Minha amiga e companheira
No infinito de nós dois"

(Vinícius de Morais)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...