Fugindo da Ditadura da Magreza

No Vida e Saúde li sobre uma modelo americana que se sente melhor com seu sorpo ao sair do padrão e engordar 10kg... Raridade!

Numa era em que as meninas de 5 anos já se estressam por não desejarem usar calças largas por parecerem gordas, acho que esse exemplo é um a considerarmos interessante!!!

6 pitaco(s):

Carol Garcia disse...

Interessantíssimo!
Final de semana fui na festa junina da escolinha do Isaac e vi duas menninhas conversando, fazendo poses, dançando. Elas deviam ter uns 6 anos de idade.
Uma delas estava parecendo criança, a outra uma Barbie, até encolhia a barriga.
Triste, né?
bjinhos
carol

Patrícia Boudakian disse...

Isso é terrível. Mas infelizmente é imposto pela mídia todos os dias. Crescemos com isso. Acho que teria que mudar da raíz. Daí sim sanaríamos o mal.
Belo post.

beijos

Mãe Mochileira,filho malinha.. disse...

Oiii..Muito bom seu post...é um assunto que mexe mt com todo mundo,mesmo com as crianças!!!
olha..eu nunca consegui entender isso.mas quero aproveitar o espaço para falar do outro lado da moeda...sempre fui magra..muito magra..não por querer, genetica mesmo..como muito e não engordo.E so deus sabe o que sofri na infancia e adolescencia..era vitima de piada na escola, sei que em partes pq as crianças são crueis mesmo, por outras meninas gordinhas ,que me xingando sentiam um pouco de alivio,enfim..n sei..
so sei que tb é angustiante vc não ser considerada "normal"...so que o que lamento é que ngm enxerga o outro lado...Existem mil campanhas contra a ditadura da magreza,tratam a gente como se fossemos doentes, criaturas esqueleticas horriveis,que nehum homem gosta e etc..existe ate reportagens em revistas que publicam paginas e mais paginas de homens dando opniioes contra as mulheres magras...p que isso??para aumentar a auto estima de quem tem uns quilinhos a mais..é válido..a intenção é boa..mas....
Não é fazendo outro furo que se tapa outro,não é???ninguem publica termos como "gorda","gorducha" etc..que soam ( e são mesmo horriveis e pejorativos!!!),mas ngm economiza termos como "esqueleticas", magricelas, esqualidas,etc..e não percebem que é tão preconceituoso e magoa tanto quanto o contrario...Passei a vida inteira com isso, e na infancia chorava quando tinha q usar saia por vergonha das pernas finas,motivo de deboche na escola..foi um complexo que so consegui me livrar depois de adulta..e olha que ate hj quando ponho uma saia sinto um pouquinho de insegurança...
Que todos possam ser aceitos da forma que são..gordos,magros,altos,baixos...
Que possamos passar isso aos nossos filhos!!!
Beijoa,otima semana!;-)

Desconstruindo a Mãe disse...

Concordo plenamente que dizer que alguém é "magro de ruim" é o tipo do comentário de quem tem inveja ou nada pra dizer... E altamente preconceituoso, também.

Embora nas publicações não se fale em gorduchas, nas conversas isso rola, né, de olhar pra alguém com um pouco mais de peso/massa muscular, com cara de quem acha que a pessoa é descuidada na aparência.

Já em relação às pessoas que têm dificuldade em ganhar peso, ou perdem muito facilmente, infelizmente na maior parte das vezes acho que as pessoas até incentivam ao invés de ficarem na sua...

Mas esse é apenas um dos pontos de vista possíveis, claro.

Chris Ferreira disse...

Oi Ingrid,
muito legal mesmo esse post.
Aqui em casa procuro deixar as meninas bem tranquilas em relação ao corpo e coloco o foco em fazer uma alimentação saudável, em comer o suficiente para ter saúde e energia.
Mas os exemplos que a mídia traz são muito ruins. Fico irada com aquele Faustão debochando dos fora dos padrões estipulados por sei la quem.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Ana - Viajar é tudibom! disse...

Bem interessante mesmo!
Ainda mais nos dias de hj que o "modismo" sempre em alta aliciando a magreza como mulher perfeita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...