Ética na internet


Acabo de ler um comentário no mínimo intrigante a respeito de uns questionamentos do cantor @ThedyCorrea no Twitter. Ele colocava em questão como o humorista reagiria diante de piadas feitas pelo próprio @RafinhaBastos sobre estupro e outros temas em que as manifestações foram de péssimo gosto se fossem direcionadas a pessoas de sua família. A pessoa disse que daria um "unfollow" porque Thedy teria sido antiético e que admirava o comediante.


Imagem: www.letras.terra.com.br



Então esse foi o "clique"que me faltava para começar esse post, que vinha elaborando há dias, desde que foi feita a proposta de que falássemos sobre ética nos blogs.

- O que é ética pra você, pra mim, e o que realmente significa ética?


Imagem: www.genizahvirtual.com



Ok admirar o trabalho do Rafinha! Ok, achar graça das piadas e achar que ele apenas exagerou - coisa que acho que vem fazendo com freqüência e seqüência cada vez maiores -, mas cadê a ética de quem diz em tom de ameaça que se não mudar de opinião ficará sem um seguidor numa rede social? - Não imagino que isso tenha abalado as estruturas do cantor, mas a frase do bom e velho Barão de Itararé (1895-1971), me parece fazer um imenso sentido nesse momento: "Senso de humor é o sentimento que faz você rir daquilo que o deixaria louco de raiva se acontecesse com você". Será que o filtro que nos faz pesar se vale a pena fazer certos comentários e observações (superego) anda fazendo falta ultimamente? Estar diante de câmeras e se tornar famoso permite a falta de freio à língua?

Ao mesmo tempo: nós, anônimos ou não, ao colocarmos nossos posicionamentos sobre temas e pessoas, estamos justificados pela liberdade de expressão e saímos atropelando pessoas?

Pois é o que tem acontecido. Fico pensando até onde isso tudo vai.

Somado a isso, uma série de eventos que têm se repetido estão atingindo em cheio muitas das blogueiras e dos blogueiros que parecem estar vivendo um momento de sucesso com seus escritos, ao terem seus posts acompanhados de perto por leitores e indicados para outros e mais outros e até chegarem às entrevistas em outros meios de comunicação: o plágio, somado à agressão gratuita e à propaganda em lugar de comentários sobre as postagens.






Tenho sangue quente, sei disso. E ele ferve a ponto de fazer a pele queimar quando vejo uma injustiça. Vi quando copiaram descaradamente a vida de amigas blogueiras e muitas de nós denunciamos, formamos uma corrente e confrontamos uma dessas pessoas. Questionamos: se o post de fulana ficou tão bom, por que não dar o crédito? Em outro momento, mais exaltadas, partimos pra cima, mesmo: será que sua vida está assim tão sem 
cor que precisa pintar uma réplica? Uma falsificação? Quem não quer falar da própria vida pode fazer um blog de ficção, de artes, de esportes... assunto não falta e todos são ótimos!

Uma blogueira que admiro muito por sempre se posicionar é a Lola Aranovich. Com ela aprendo muito sobre ética. E ela, ao discordar e afirmar publicamente seu repúdio ao tipo de humor apresentado no programa #CQC, recebeu ameaça de processo. - Meu bisavô costumava dizer que o palhaço só acha graça de piada quando é ele quem a diz. Que quando se torna o personagem da piada, vira uma fera que precisa ser enjaulada pra não sair mordendo quem encontrar pela frente. 

Em outras situações, bastou uma blogueira dizer que optou por ser dona de casa e que gosta de se dedicar à vida familiar para que outra (blogueira?) desça o porrete dizendo, anonimamente, que sua vida é que é boa, enquanto a da que está bem feliz com suas escolhas é uma pessoa miserável, pra resumir, o que considero uma agressão gratuíta, parecendo que, além de covarde para assinar em baixo de sua opinião, a pessoa sente inveja. Ou aparece aquele comentário em que lemos que ter um irmão/filho deficiente e tratar do tema no blog é fazer freak-show. E isso já aconteceu comigo, mas esse comentário deletei, ao contrário do que aconteceu com os comentários-bombas/detonadores sobre meu caráter que recebi na última semana. Sabem o motivo? Meu irmão nunca me disse que se sentia superexposto ou pediu que me calasse sobre sua condição, ou falou que estava exagerando de algum modo. 

Já sobre mim, pode falar. Como comentei com um grupo de boas amigas, já dizia Goethe - e Frejat soube musicar muito bem! - "desejo que você tenha pelo menos um inimigo, para nunca deixar de duvidar", para colocar os pés no chão e não ficar se achando.

Meu blog não é para um bando de maria-vai-com-as-outras e nem espero que concordem comigo o tempo todo, porque gosto do debate, de ampliar meus horizontes e mesmo de poder retroceder e dizer que, sim, posso ter a chance de mudar de idéia. E erro na digitação,  ou não consigo assimilar as novas regras da língua portuguesa. Essa sou eu.

Tendo dito tudo isso, queria dizer que, se me lembro bem das aulas de filosofia da professora Maria Elísia Flores, ética tem a ver com moral, com o que funciona bem para o indivíduo e para a sociedade, e o relacionamento entre indivíduo e sociedade. Posso estar dizendo bobagem, mas ética, pra mim, tem a ver com caráter, coisa que a gente precisa ter para se mostrar como é e para assumir nossas opiniões, dando a cara a tapa.

Por isso, deixo aqui uma frase para a pessoa que preferiu o anonimato em tantos momentos, disparando a metralhadora giratória justamente para aquelas blogueiras que foram em cima dela quando agrediu pessoas que estavam na sua, faceirinhas:
  

RT@TrechosdoRock: "Prefiro ser odiado por quem sou, do que ser amado por quem não sou." (Kurt Cobain)

Por sua causa, outras anônimas que costumavam assinar seus comentários porque não sabiam ou não desejavam seguir o Desconstruindo a Mãe não poderão mais fazê-lo. Espero que compreendam. A partir de agora, apenas com OpenID.


Esta blogagem coletiva foi organizada por Ana China e Mari Hart Dore.


12 pitaco(s):

Mãe Mochileira,Filho Malinha disse...

Olá Ingrid.Postagem excelente!
Sabemos qie infelizmente absurdos como esses vão continuar existindo não só em blogs como em sites e na internet em geral..O que alivia é saber que ao menos tem mt gente disposta a não deixar que a internet seja palco para crimes nojentos e troca de insultos...vamos fazer nossa parte.Quem quiser rir,que ria..um dia a gente consegue!
Beijos e uma otima semana!!!

Mãe de Duas disse...

Ingrid, post muito bom!
A falta de ética que tem acontecido com tanta frequência na blogsfera é só um reflexo do que acontece no nosso dia a dia, com anônimos, famosos ou aqueles que almejam ser.
Bjos
Pri

Mari Hart disse...

Querida, super completo,coerente, como sempre! Adorei sua comparação e é bem por aí. Ética é ética, assim como respeito, em qualquer lugar, na TV, nas ruas, na blogosfera ou não. Tb admiro muito a Lola! Ela sim fala o que pensa, com educação, e respeito, emobra nem sempre eu concorde com ela. E não é por isso que uso do anonimato p/ expressar minha opinião.

Um grande beijo! =)

Lorena Magalhaes disse...

Ingrid, ADOREI!!!
Voce falou tudo.
Acho que é isso; famoso ou não, com humor ( negro, diga-se de passagem) ou não, a gente pode se menifestar, mas TEM que ser com respeito!

Paulo Lima disse...

Muito bom! A única coisa que eu pontuaria é a seguinte: estou farto desta onda "politicamente correta" em que vivemos. Os avanços que nossa sociedade está conquistando estão acontecendo, no meu entender, numa velocidade e volume que estão confundindo o pensamento e discernimento do que é certo ou errado. Há pouca discussão, muita imposição. Orgulho gay, orgulho hetero, orgulho bi. Secretaria afrodescendente. Secretaria Especial da Mulher. E aí acontecem disparates como colocar lado a lado a propaganda (no meu entender, inócua) da Hope e Rafinha Bastos. Ela, CENSURADA. Ele, DEMITIDO. Há quanto tempo Rafinha vem falando absurdos em rede nacional? E só agora foi repreendido? Abra qualquer revista nacional e você verá uma propaganda da Devassa (cerveja) com uma moça de baby-doll, em pose insinuante. Ninguém vai reclamar sobre isso? Estamos num caminho de censura muito perigoso. A liberdade de expressão deve prevalecer, como direito constitucional. Se alguém não gostou da propaganda da Hope, escreva cartas, xingue, esperneie, faça campanhas (que hoje, em tempos de rede social, são eficazes). Mas não cerceiem a liberdade de expressão. O Rafinha não foi suspenso por uma Secretaria Especial, e sim por sua empresa - que viu naquilo que ele fez um abuso. Pense nisto...

Paulo Lima disse...

Em tempo: vocês sabiam que recentemente o Sindicato dos Metroviários de SP e o PSTU acusaram o quadro da "Janete" de Zorra Total, de incentivar o assédio sexual no metrô? Eles alegam que o quadro "Metrô Zorra Brasil" passa a imagem de que mulheres assediadas sexualmente nos vagões deveriam "aproveitar" a situação...
Como eu já disse em post do Facebook: A CONTINUAR assim, até o final do ano que vem humoristas serão considerados criminosos e mulher bonita terá que usar bigode e fazer xixi em pé.

Cristiane disse...

Ingrid,o que estamos passando é por uma falta de valores morais generalizada. Onde está a ética neste pais? Olhem nossos políticos, humoristas, policiais, medico e agora "anônimos virtuais". Fico muito feliz em saber que existe um grupo de mães que se preocupa com isso e que estão ensinando aos seus filhos o que temos de mais valioso, CARÁTER.

Angi disse...

Ingrid
Adorei!
Muito bom poder ler as amigas, diferentes textos sobre o mesmo tema!
Falar sobre ética é necessário, um pouco de bom senso não faz mal a ninguém, não faça com o outro o que não gostaria que fizessem com você!
Adoro a Lola tb, escreve muito bem!
beijos
Angi

vanice disse...

Ingrid,é isso aí amiga!!
Você sofreu na pele essa falta de respeito,ética e educação virtual,que é um reflexo da vida real.
Bora gritar!!
bjos amiga

Chris Ferreira disse...

Oi Ingrid,
um post inteligente como sempre.
Estou aqui tentanod me inspirar para entrar nessa blogagem coletiva. Muitas ideias na cabeça mas sem conseguir organizá-las. Ando meio desanimada. E olha que já comi 2 brigadeiros pra ver se me animo.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Rachel Rocha disse...

Adorei o texto! Muito bom! Muito esclarecedor! Bjk!

Fabiana Alvim disse...

UAU! Muito bom!
Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...