Padrão de raciocínio: toupeira

Sinceramente, por que ainda insisto em comprar determinadas revistas, tipo FEMININAS?
Eu devo ser masoquista!

O que leva uma pessoa em sã consciência a ver meninas de 16 anos vestidas de mulher, com pernas finas, quadris longe de terem vivido uma gestação sequer, sem um corpo normal, inclusive apáticas e sem graça?

Eu não leio as partes sobre a nova etiqueta sexual, resoluções de ano novo, horóscopo, então me digam senhoras e senhoritas sábias do Brasil, o que me leva a procurar essas publicações?
Será a vã esperança de encontrar conteúdo inteligente nas bancas que seja divertido, interessante, bem-humorado e que não seja simplesmente receita de como levar a vida em alto rendimento em todas as áreas?

Quem disse que quero saber se os homens estão dizendo a verdade no primeiro encontro? Se devo ou não transar de ponta cabeça pra satisfazer o namorado/marido ou se a dieta da moda manda engolir caroço de manga?

Eu costumava assinar a TPM, mas de uns tempos pra cá, além de a revista chegar pra assinante aqui sempre depois de estar há dias nas bancas, passou a se repetir em páginas de homens descamisados... Vejam bem, eu gosto MUITO de homem, mas gosto de saber que eles têm conteúdo, além do físico bacana.

Falando em conteúdo, até a Trip e a Playboy costumam ter entrevistas bem mais interessantes nos últimos tempos.

Por outro lado, eu assinava a Cult, mas parecia toda uma conversa muito sisuda, com obrigação de ser intelectual o tempo todo e pouco abertas à troca de experiências; já assinei também a Mente e cérebro, mas... sei lá. As sobre educação, que assinei antes de todas as demais, falavam sempre em receitas de como ser bom professor e nunca abriam espaço pras críticas.

Será que meu nível de tolerância anda ZERO? Será que o nível médio de quem lê revistas é TOUPEIRA NÍVEL, como dizia um professor do cursinho pré-vestibular? Será que a toupeira sou eu?

Talvez por isso garimpar blogs tenha mais a ver comigo; encontro temas casuais, rotineiros, fantásticos, todos misturados e tratados duma forma que não me sinta emburrecendo quando os leio... Me sinto parte de um grupo de pessoas normais.

1 pitaco(s):

gisele.artes disse...

Oi. Estava falando sobre isso, mês passado, com minha cunhada. Quando teen, lia Capricho; depois na faculdade lia Aplauso e Bravo, mas começaram a ficar muito metidas; Tentei ler Gloss, Cláudia e outras mas as acho para mulhres solteiras q precisam de dicas de sexo (principalemte) para conquistar homens.. não me pareço com as modelos, só me deprime vê-las tão magras e liiindas! Acho até q Pais e filhos são mais revistas para Mães com Bebês... e tb já passei da fase. Não me vejo em mais nenhuma... mãe workaholic com crianças... sei lá tô bem perdida! Hj, só nos blogs mesmo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...